segunda-feira, 10 de maio de 2010

SEM FACE


Ocultaram minha face
Calei em silêncio.
Sem face
faltam -me asas
Ar....Mar
Pr navegar.
Amor para versejar.
Restou o néctar
Da flor orvalhada
Fragrâncias de jasmim
Alquimia das cores
Dos traços da memória
Que guardo de mim


ManyPallo

Um comentário:

Luiz disse...

Ótimo tema. Uma viagem de cheiros e cores na dor de uma amor sonhado. Gosto do teu estilo. Tem personalidade a tua poesia. Voltarei aqui em outras oportunidades, para beber na tua fonte. Bjs e meu carinho, inspirada poetisa.