terça-feira, 10 de agosto de 2010

AINDA HÁ TEMPO.



Tempo para o tempo

Tempo para iminência

Não nós levar a demência

Tempo para os sonhos

No espaço dos seus sonos

Tempo para sirene

No alarde dos silêncios

Ainda há tempo

No tempo

Fique atento!

Ainda há tempo.


ManyPallo

Um comentário:

Mulher Abstrata disse...

Que bom que por aqui ainda há tempo para muito fazer
Porque por lá Manny, o tempo esgotou-se

gosto muito de ler você

Abraço