sexta-feira, 4 de novembro de 2011

QUISERA EU.



Quisera um dia dizer -te
Que te percebo.
Na cama onde não dormimos.
No silêncio, das palavras loucas,
Que não dizemos.
Nas manhãs frias.
Nas tardes se sol escaldante.
No seu olhar distante.
Quisera dizer-te
Que sua ausência insiste
Em não deixar de perceber-te.

ManyPallo

Um comentário:

Cantodaalma Cantodaalma disse...

Poesia é isto mesmo. Belo
Grande poeta
Meu blog
http://cantodaalma-cantodaalma.blogspot.pt/